NEURODESENVOLVIMENTO DO BEBÊ

 


Se você está grávida, ou tem um bebê com menos de 1 ano de idade, esse texto é perfeito pra você. Porque sei o quanto é difícil encontrar informações seguras e confiáveis sobre o inicio da vida humana e que você com certeza é uma mãe preocupada e pretende dar o seu melhor no desenvolvimento da sua criança.

O que você sabe sobre o desenvolvimento neurológico e emocional do bebê? Houve acompanhamento psicológico gestacional para receber esse bebê? Você fez ou faz acompanhamento do neurodesenvolvimento?

Parece que algo está faltando, né. Mesmo com tanto avanço dentro da medicina, os bebês ainda fazem o mesmo check-up que se faziam há 30 anos atrás. Todo o acompanhamento pediátrico está pautado em exames clínicos e fisiológicos, deixando uma lacuna imensa no acompanhamento do desenvolvimento neuropsicológico.

Muitas famílias se preocupam apenas com o desenvolvimento físico da criança, mas sei que é mais por falta de informação do que por descaso. Muitas patologias do desenvolvimento poderiam ser evitadas se houvesse um acompanhamento profissional incluído na rotina. É muito importante incluir a avaliação profissional do neurodesenvolvimento nas consultas de rotina do bebê.

O neurodesenvolvimento no primeiro ano de vida é muito importante e será responsável pela socialização e pela aprendizagem inicial da criança. É nessa fase da vida que acontecem as principais construções estruturais do cérebro humano, que são de grande importância para o desenvolvimento saudável do bebê.

A exploração do mundo pode e deve ser acompanhada pela família, e direcionada também. Mas nem sempre se sabe ao certo o que é positivo ou negativo para essa estimulação. Muitas falhas no desenvolvimento poderiam ser evitadas se houvesse orientação adequada à família. E o que vemos no consultório é uma busca tardia pelos danos no desenvolvimento, geralmente identificados já na fase escolar da criança.

Tanto a avaliação quanto a estimulação precoce podem auxiliar no desenvolvimento saudável da criança. E o ideal é que se inicie na gestação e/ou logo no primeiro mês de vida. O profissional irá orientando os pais e acompanhando o processo de desenvolvimento e, se houver necessidade, iniciará a intervenção preventiva.

É importante também que o profissional prepare a mãe desde a gestação até o nascimento. E após o parto, tanto ela como outra pessoa escolhida pela família, que deverá estimular o bebê diariamente, respeitando cada fase, para que o desenvolvimento saudável aconteça. E é durante o acompanhamento neuropsicológico que a família receberá as orientações necessárias para estimulação funcional da sua criança.

Cada bebê tem suas particularidades e apenas o profissional especializado poderá avaliar o se seu desenvolvimento está adequado ou não, e se há necessidade de alguma intervenção preventiva. Venha saber mais sobre o neurodesenvolvimento de bebês aqui no Espaço de Desenvolvimento!

Érica Lopes 

33 - 98431-7416 (whatsapp)

@ericalopes_psi (Instagram)


Comentários