INFORMAÇÃO É FUNDAMENTAL!




INFORMAÇÃO É FUNDAMENTAL!


            Você já deve ter ouvido essa frase um milhão de vezes, não é mesmo. E se ainda assim você continua com dificuldades para encontrar uma informação confiável, esse texto é pra você.
            Vivemos em um mundo de muita informação. Mas a grande maioria acaba nos confundindo ainda mais. Sabe por que isso acontece?
            A internet é uma ferramenta incrível. A um tempo atrás (não muito distante), as informações vinham dos livros e das histórias contadas nos ambientes de convívio, ou através de professores. Mas a informação clássica era para poucos, restando à maioria as informações do senso comum.
Depois vieram as informações das programações da rádio e da TV. Essas tinham um acesso maior e vinham de fontes confiáveis. Mas ainda não era para todos.
Mas hoje a informação circula livremente pela rede. Qualquer pessoa pode postar uma informação, sendo ela verdadeira ou não, correta ou não, ética ou não. E qualquer um pode ter acesso à informação. Mesmo que a pessoa não saiba ler ou seja ainda muito pequeno já é possível acessar informações através de vídeos e jogos.
Todos os assuntos possíveis podem se encontrados na internet. E toda essa enxurrada de informações acaba nos confundindo ainda mais. Ao invés de nos ajudar a esclarecer, acabam mesmo é deixando a verdadeira informação perdida nas redes.
Mas como solucionar o problema?
Podemos saber onde e como encontrar a informação verdadeira?
A resposta é sim. Nós podemos.
O primeiro passo é descobrir a fonte da informação. Alguns sites já possuem credibilidade devido à seriedade de suas postagens. Algumas pessoas conseguem adquirir autoridade sobre determinado assunto após longo período de estudo e de trabalho sério. Assim, vídeos e textos podem ser utilizados como fonte segura de informação.
Mas o ideal mesmo é buscar uma ajuda profissional. Em cada área há pessoas capacitadas que se prepararam para dar informações e responder perguntas.
Um exemplo bem simples é: se estou com muita dor de dente eu preciso buscar um dentista, não é mesmo. Adianta apenas ler sobre o assunto na internet ou buscar por um Cardiologista? A dor continuará me incomodando e enquanto não buscar por um especialista no assunto não conseguirei resolver o meu problema.
Viu como é mais simples do que parece.
O problema é que quando o assunto é sobre educação de filhos ou sobre saúde mental as informações se complicam. É que todo mundo tem uma soluçãozinha para o problema e se sente preparado para lhe dar uma informação sobre o assunto.
Sem contar na quantidade de vídeos e mensagens de pessoas comuns nas redes sociais. Essas pessoas falam como se tivessem autoridade no assunto para passar essas informações. E a cada nova informação mais confusa fica a pessoa.
Claro que não estou generalizando. Tem sim vídeos muito interessantes e com informações importantes na internet, mesmo nas redes sociais. Muitos especialistas usam essa ferramenta para divulgar o seu trabalho. Eu mesma faço isso.
Mas é preciso filtrar a informação. E depois buscar ajuda profissional para diagnosticar o problema e encontrar as possíveis soluções. Porque a informação sozinha, sem ação, não vai ajudar em nada. Lembra da dor de dente? É isso. Posso sim buscar informações. Mas é preciso buscar ajuda profissional para que o problema seja diagnosticado e solucionado.
Recebo todos os dias mãe angustiadas no meu consultório. Leram tantas coisas, ouviram tantas pessoas. Algumas até mesmo com certa autoridade, mas com informações distorcidas. São informações vindas dos professores, de outros pais, de redes sociais e de vídeos do Youtube.
E quando ela senta para tentar falar sobre sua criança, mal consegue pronunciar as palavras. As lágrimas saltam dos olhos. Já ouviu tantas coisas antes de chegar até ali que sua mente já fantasiou uma porção de coisas ruins e já espera ouvir uma notícia ruim.
Mas quando vou ouvindo calmamente e vou preenchendo a ficha inicial, percebo que a maior parte das informações foram distorcidas e que muitas vezes se trata apenas de pequenos ajustes no comportamento. Que fazem parte do desenvolvimento da criança. E aquela mãe, que entrou ali angustiada, sai sorridente e confiante de que tudo será resolvido de forma simples.
E ainda que o diagnóstico seja ruim e que haja a necessidade de um tratamento, tudo pode e deve ser feito de maneira tranquila, com uma passo de cada vez. Afinal, aquela criança precisa de cuidados, mas ainda é o mesmo filho(a) amado(a) de sempre. Nada pode mudar isso.
Viu como é importante uma boa informação.
E não são apenas as mães quem sofrem com esse problema de informação. Falei delas porque são meu maior público e estou com elas diariamente.
Há muito preconceito quando falamos em saúde mental. E o paciente que chega ao consultório já leu tudo sobre seus sintomas na internet e chega até você na certeza de já ter um diagnóstico.
Não que todos estejam errados. Alguns sintomas são clássicos e fáceis de identificar e há muitas fontes de informação sobre o assunto na internet. Mas aquela busca por informação sobre os sintomas trouxe também muita angústia sobre o tratamento e sobre todos os possíveis efeitos colaterais. E a pessoa ainda nem tem diagnóstico, mas já está em sofrimento antecipado.
Isso aumenta, e muito, a ansiedade. O que agrava os sintomas. Mas os tratamentos da saúde mental são lentos e demorados. E toda aquela ansiedade precisa também ser tratada, junto com o sintoma inicial.
Consegue agora perceber com a informação é fundamental?
Então, a dica aqui é buscar por informações seguras, de fontes confiáveis. E sempre que possível deve-se buscar a informação diretamente com um especialista, que é a pessoa capacitada para ajudar a diagnosticar e solucionar o problema.
Assim, não apenas a informação, mas a solução para o problema poderá ser encontrado. Tudo de forma segura. E é isso que todos nós buscamos, não é mesmo.
Espero que tenha gostado deste texto.
Deixe pra mim a sua opinião sobre o assunto.
E se tiver dúvidas, pode me enviar uma mensagem por email ou pelo whatsaap, que terei o maior prazer em te atender.
Afinal, informação é fundamental!




#informação #psicologia #psicopedagogia #família #mães #pais #filhos #educação #aprendizagem #desenvolvimento #psicóloga #psicopedagoga #psicologiapositiva #neuropsicologia #desenvolvimentocerebral #psicoterapia #psicologiaescolar #psicologiaevida #amopsicologia #desenvolvimentoinfantil #psicologiadodesenvolvimento

Comentários